Blog

Como Estudar Pronúncia

Painting: Oberon, Titania and Puck with Fairies Dancing circa 1786 by William Blake 1757-1827

Um dos maiores desafios do estudante de inglês é aprender a pronúncia correta das palavras e das frases. E não é à toa! O inglês tem um sistema único de ortografia e pronúncia dentre as línguas europeias. Um pequeno deslize de pronúncia e o falante pode ser confundindo em sua intenção.

No inglês, um grande número de palavras idênticas na pronúncia possuem grafias completamente diferentes — como right (direito, correto), write (escrever) e rite (rito, ritual) por exemplo.

Por outro lado, muitas palavras com grafia similar ou idêntica têm pronúncias diversas — compare por exemplo essas duas palavras que têm a mesma terminação: height (altura, pronunciada rráit) vs weight (peso, uêit).

Some-se a isso o fato de muitas vogais terem pronúncia de ditongo, às vezes claro como em table (êi), às vezes sutil como em me (íi).

Uma outra dificuldade para o estudante é a identificação correta da sílaba tônica, um problema que é ampliado pelo cognatos que têm a vogal tônica diferente daquela usada no inglês: apartmento vs apartment.

Cabe ao professor orientar a aluna a pronunciar corretamente, mas sem exercícios para praticar e corrigir a pronúncia não se consegue avançar muito.

No AulaDeInglês.top, todas as novas palavras aprendidas nas lições do curso Let’s Learn English têm a vogal ou ditongo tônicos marcados em sublinhado, para facilitar a identificação deste elemento da pronúncia.

Outros elementos, como os citados acima, são estudados em grupos de palavras, ora com a grafia similar, mas pronúncia distinta, ora com a grafia diferente, mas com a mesma pronúncia.

Dicas Para Praticar a Pronúncia

  1. Grave a Sua Pronúncia

    Uma vez estudada a pronúncia correta de uma palavra, expressão ou frase, pratique gravá-la seguidas vezes, ora mais lento, ora mais devagar, e ouvir o resultado. Ao ouvir, você vai conseguir identificar os erros, mesmo aqueles que, ao falar, você não percebeu que errava. Isso acontece porque, ao falar, sua mente está muito ocupada com a fala, e não consegue destinar muita atenção para a escuta. Ao gravar, você separa os dois momentos e a escuta passa a ser mais crítica. Então você pode ajudar-se a melhorar.

  2. Fale Devagar

    Tudo que você consegue falar devagar, você consegue falar rápido. Já o contrário não é verdadeiro.

  3. Memorize e Use as Pausas

    Ao aprender a pronunciar uma palavra, expressão ou frase, pergunte ao seu professor onde pode (e em muitos casos, deve) haver uma pausa. Elas ajudam a evitar que a pronúncia saia embolada. Por exemplo, a palavra apartment. Se estiver falando devagar, e precisar fazer uma pausa, ainda que brevíssima, faça a pausa após apar e em seguida complemente com tment. Os dicionários acusam a separação silábica conforme regras próprias, mas na hora de falar, se você tentar pronunciar apart e fizer uma brevíssima pausa antes de ment, verá que fica muito mais difícil pronunciar. Já em frases iniciadas com I went to (Eu fui a) ou I want to (Eu quero), a pausa só deve acontecer após o to, o que permite fazer de cara a ligação dos dois Ts num só: I wen-to / I wan-to. Essa pausa pode até ser longa, caso esteja pensando numa palavra para completar a frase, mas fica muito melhor quando a pausa é feita após o to, em vez de no meio de want to ou want to.

Deixe uma resposta